FWC Group

BLOG

Ambiente dedicado x cloud compartilhada: afinal, qual o melhor?

Ambiente dedicado x cloud compartilhada: afinal, qual o melhor?

base-de-homologação

Não restam mais dúvidas quanto aos benefícios das soluções baseadas em nuvem. Grande parte das empresas, de diferentes portes e setores, já conta com algum tipo de aplicação que utiliza essa tecnologia. No entanto, ainda há muitas discussões sobre qual o modelo ideal para cada tipo de empresa. Na maioria das vezes, esses questionamentos giram em torno do ambiente dedicado e da cloud compartilhada.

Mas, afinal, qual dentre eles é melhor? Evidentemente, isso vai depender da forma como esses recursos serão utilizados. No entanto, há alguns pontos chaves de comparação que podem ajudá-lo a identificar qual a melhor solução para o seu negócio. Confira a seguir!

1. Controle sobre a plataforma

Esse é um dos principais quesitos de diferenciação entre os tipos de nuvem. No ambiente dedicado, sua equipe de TI pode gerenciar com eficiência a plataforma e fazer alterações quando necessário.

Isso, porque, a administração é responsabilidade da empresa contratante e não do provedor de serviços, como acontece no ambiente dedicado.

Assim, sua equipe de TI pode prever e trabalhar para evitar fatores como tempo de inatividade, gargalos na entrega de serviços, entre outros. Você também tem mais liberdade para ajustar melhor o uso de recursos às necessidades da empresa.

Resumindo, no ambiente dedicado, sua empresa tem a capacidade de controlar totalmente o armazenamento em nuvem e a largura de banda, personalizar ambientes ou ajustar configurações de segurança.

2. Desempenho do ambiente

Na cloud compartilhada, como os servidores são acessados por diferentes empresas, pode ocorrer lentidão em momentos em que houver muitos acessos simultâneos. Isso acaba, por vezes, comprometendo o desempenho de aplicações que necessitam de muita largura de banda, como é o caso do banco de dados.

No ambiente dedicado, por outro lado, você conta com conexões e servidores exclusivos para sua empresa. Dessa forma, é possível garantir um melhor desempenho das aplicações 100% do tempo.

Além disso, os recursos disponíveis podem ser distribuídos em tempo real, dependendo do fluxo de trabalho. Ou seja, em todos os momentos, as aplicações críticas serão garantidas em sua operação.

3. Customização do ambiente

O ambiente dedicado conta com muito mais possibilidades de customização quando comparado à cloud compartilhada. Isso permite que as empresas consigam garantir uma melhor experiência dos usuários, fator que contribui significativamente para o aumento da produtividade.

Essa maior flexibilidade faz com que a empresa consiga projetar melhor suas soluções em nuvem, visando a obter os melhores resultados para o seu negócio.

Além disso, no ambiente dedicado, a solução em nuvem é baseada nos próprios recursos da empresa. Dessa forma, a personalização pode ser utilizada para extrair o máximo de desempenho possível da arquitetura já existente.

Não deixe de baixar gratuitamente o nosso ebook sobre mitos e verdades sobre a nuvem:

ambiente-dedicado-compartilhado

4. Maior controle sobre seus dados

Como vimos, ao utilizar uma nuvem compartilhada, o gerenciamento dos seus dados passa a ser feito pelo provedor de solução em nuvem. Por outro lado, no ambiente dedicado, essa responsabilidade fica a cargo da sua empresa.

Assim, sua equipe de TI pode construir uma plataforma que esteja em conformidade com as leis relevantes e os regulamentos do setor com base em seus objetivos de negócios.

Seja ambiente dedicado ou cloud compartilhada, escolha um provedor confiável

Como vimos, o ambiente dedicado apresenta inúmeras vantagens. No entanto, dependendo de sua estratégia, pode ser mais interessante contar com uma solução de cloud compartilhada. Independentemente de sua opção, é importante contar com um provedor com know how que possa ajudá-lo a fazer a melhor escolha, a executar a migração e que ofereça SLA e suporte adequados ao seu negócio.

Se você gostou deste conteúdo, também vai gostar de conhecer as 4 maiores tendência em Cloud Computing até 2025. Tenha uma ótima leitura!