FWC Group

BLOG

Sua empresa está preparada para lidar com uma invasão de dados?

Sua empresa está preparada para lidar com uma invasão de dados?

invasão de dados

 

A invasão de dados é uma das grandes preocupações das empresas atualmente. Em suma,  visto que os efeitos de um ciberataque podem ser devastadores.

Assim, além do dano à imagem, um vazamento de informações pode significar enormes perdas financeiras.

Ou seja, podem ter consequências legais e até mesmo comprometer a continuidade dos negócios.

 

Segundo estudo encomendado pela IBM Security e conduzido pelo Instituto Ponemon, os prejuízos financeiros de uma invasão de dados aumentou 12% nos últimos 5 anos, passando para US$ 3,92 milhões, em média.

 

Então, você acredita que sua empresa está preparada para lidar com invasão de dados para não sofrer esses prejuízos?

Assim, para responder a essa pergunta com convicção, analise os pontos a seguir!

 

Quais os principais tipos de ameças uma empresa está sujeita?

À primeira vista, para proteger sua empresa contra a invasão de dados é preciso conhecer os riscos potenciais que ela corre.

Por isso, confira a seguir os tipos mais comuns  de ameaças à segurança cibernética que afetam as organizações:

 

Phishing

Os cibercriminosos tentam obter acesso à sua rede por diferentes meios, sendo o mais comum o phishing. Então, ao usar sites ou e-mail, eles tentam induzir os usuários a clicar em links enganosos. Além disso, fornecer informações confidenciais ou dados da empresa ou até fazer o download de conteúdo em seu computador ou servidor.

 

Malware

Em suma, se uma vítima de phishing fizer um download, é bem provável que o programa recebido seja prejudicial ou malicioso.

 

Por exemplo, um vírus Trojan é uma forma de malware trazido para a rede disfarçado de software legítimo. Assim, geralmente, cumprindo seu verdadeiro objetivo sem que o usuário saiba. Logo, o malware chega até a sua empresa de várias formas.

Ou seja, com a tarefa de espionar o sistema ou manipular seu código.

 

Negação de serviço distribuída (DDoS)

Esse é um tipo de ataque que inunda o servidor com solicitações de várias fontes. Dessa forma, levando-o a ficar sobrecarregado a ponto de diminuir substancialmente ou até travar. Assim, quando isso ocorre, o sistema se torna impossível de ser usado com eficiência até que essas interações sejam canceladas e bloqueadas.

 

Ataques de força bruta (Brute Force Ataque)

Essas ameaças envolvem um invasor tentando obter acesso a uma rede usando um programa para tentar adivinhar senhas de acesso.

Por isso, eles são a principal razão pela qual é importante usar senhas fortes, além de trocá-las periodicamente.

 

Ransomware

Esse é um tipo de malware que, quando aberto, bloqueia o sistema e criptografa o dispositivo para que ninguém mais possa usá-lo.

A princípio, atualmente, o ransomware é uma das ameaças mais sofisticadas e prejudiciais.

 

Assim, o computador ou servidor afetado permanecerá bloqueado até que um resgate seja pago em Bitcoin.

No entanto, muitos hackers não cumprem o prometido, mesmo após o pagamento.

Consequentemente, levando as empresas a perder os dados e muito dinheiro.

 

Segundo relatório publicado pela Cybersecurity Ventures, em 2019, o volume de ataques ransomware deve chegar a um a cada 11 segundos até 2021.

 

Quer proteger sua empresa desses ataques? Descubra a real situação do seu ambiente de TI com o Checklist Onlin e Gratuito que desenvolvemos. CLIQUE AQUI!

 

Como proteger sua empresa contra invasão de dados?

Algumas práticas recomendadas para evitar uma violação de dados incluem o seguinte:

  • Utilização de antivírus eficaz;
  • Configuração adequada de políticas de acesso;
  • Atualização de software assim que as opções estiverem disponíveis;
  • Criptografia de dados confidenciais;
  • Aplicação de melhores políticas de segurança BYOD;
  • Aplicação de credenciais fortes e autenticação multifatorial;
  • Educar os funcionários sobre as melhores práticas de segurança e maneiras de evitar ataques de engenharia social;
  • Utilização de Firewall
  • Elaboração e execução de uma política de Backup e Disaster Recovery.

Por isso, vale lembrar que todos esses pontos precisam ser frequentemente revistos, uma vez que as ameaças se tornam cada vez mais sofisticadas.

Assim, a medida que um novo elemento é inserido na sua infraestrutura de TI, todos os processos precisam ser revistos para garantir que não ficou nenhuma brecha de segurança.

 

No entanto, o problema é que, muitas vezes, os departamentos de TI estão sobrecarregados e não possuem tempo para lidar com todas essas preocupações e ainda dar conta das demandas internas.

 

Como a nuvem pode ajudar na luta contra a invasão de dados?

A nuvem já mostrou ser uma tecnologia totalmente confiável no combate à invasão de dados.

Ou seja, tanto que empresas que sofrem algum tipo de ciberataque costumam recorrer a essa alternativa para evitar incidentes futuros.

 

Ou seja, além de uma infraestrutura de ponta, os provedores de nuvem ainda contam com soluções altamente eficazes, incluindo os serviços de antivírus, criptografia, firewall, VPN e backup.

 

Dessa forma, ao migrar sua carga de trabalho para a nuvem, você passa a contar com os principais fatores que ajudam a garantir a segurança da informação.

Da mesma forma, sua empresa ainda precisa fazer sua parte. Igualmente,  no diz respeito ao treinamento e capacitação de seus colaboradores.

 

No entanto, com a nuvem você pode ter a tranquilidade de que seus dados estarão armazenados em um ambiente seguro e preparado para lidar com os mais diversos tipos de ataque.

 

Além disso, ao escolher um provedor que tenha experiência e profissionais capacitados, você pode ter a certeza que ele estará sempre atento ao surgimento de novas ameaças e implementando soluções para proteger seus dados.

 

Que tal fazer um diagnóstico da sua empresa agora mesmo para descobrir a real situação do seu ambiente de TI? Clique no banner abaixo!

 

invasão de dados