FWC Group

BLOG

Sistema de gestão em nuvem: por que é essencial para a sua empresa?

Sistema de gestão em nuvem: por que é essencial para a sua empresa?

gestão-em-nuvem

A cada dia que passa aumenta a pressão do mercado para que os desenvolvedores de softwares forneçam soluções de sistema de gestão em nuvem. Afinal: e não é para menos. Pois, o conceito de Software as a Service (SaaS) já está amplamente difundido e as empresas já perceberam suas vantagens, sendo a redução de custos uma das mais relevantes.

 

Logo, os fornecedores de softwares que desejam promover o crescimento e permanecer competitivos precisam fazer a transição para cloud.

Além disso, oferecer um sistema de gestão em nuvem também é vantajoso para o fornecedor. Ou seja, é uma maneira de atingir mercados amplos, acelerar as implantações e, consequentemente, ter um fluxo de receita maior.

Dessa forma, continue a leitura para descobrir porque as soluções de softwares baseadas em nuvem são essenciais para a sua empresa!

 

Gestão em nuvem: O que é SaaS?

Resumidamente, o software como serviço ou software as a service (SaaS) está transformando a forma como as empresas utilizam as ferramentas tecnológicas.

Em síntese, o SaaS é um software entregue e gerenciado remotamente por um ou mais provedores e armazenado na nuvem. 

Por isso, para utilizar a ferramenta, os clientes, geralmente, efetuam pagamentos de assinaturas ou baseados em métricas de uso.

 

Que tipo de aplicação está disponível na nuvem?

Atualmente, existe uma infinidade de soluções disponíveis no modelo SaaS.

Por exemplo, e-mails e sistemas de gestão em nuvem, como CRM,  além de ERP e softwares de business intelligence.

 

Quais as vantagens de um sistema de gestão em nuvem?

Nesse sentido, a adoção de um modelo SaaS abre as portas para oportunidades que não são possíveis em um modelo local.

Dessa forma, veja abaixo algumas das principais razões para utilizar um sistema de gestão em nuvem:

1. Menor custo

Assim, com sistemas hospedados na nuvem, você paga pelo que precisa, sem a necessidade de comprar hardware para “rodar” seus novos aplicativos. 

Dessa forma, em vez de provisionar recursos internos para instalar o software, o fornecedor disponibiliza APIs (Application Programming Interface) e realiza grande parte do trabalho para que o programa funcione.

Além disso, você não precisa fazer investimentos iniciais elevados, com a compra de licenças, muito menos pagar por atualizações versões.

2. Acessível em qualquer local

Uma das maiores desvantagens do software local é sua acessibilidade limitada.

Normalmente, uma licença é dedicada ao número especificado de dispositivos e você não pode usá-la em outros equipamentos.

Afinal, com sistema em nuvem, você pode acessá-lo de qualquer dispositivo com conexão à Internet a qualquer momento. Isso aumenta a sua mobilidade, independência e produtividade.

gestão-em-nuvem

3. Flexibilidade e Escalabilidade

Para que uma empresa seja bem sucedida, ela terá que ser flexível para todas as mudanças que, frequentemente, acontecerão no negócio.

Assim, o modelo SaaS permite que você altere facilmente diversos requisitos de forma fácil e rápida.

Por exemplo, você pode aumentar ou diminuir o número de assinaturas de acordo com a necessidade da empresa.

Da mesma forma, é possível integrar seu sistema de gestão em nuvem a outros sistemas, além de poder ativar um conjunto adicional de componentes ou recursos a qualquer momento.

4. Gerenciamento de desempenho e tempo

O tempo de implantação da solução em nuvem é muito menor quando comparado aos sistemas locais.

Além disso, nenhum hardware adicional é necessário. Logo, o que também significa que você não perderá tempo na aquisição e configuração de sua infraestrutura de TI.

Nesse sentido, os aplicativos baseados em nuvem são criados para que o desempenho máximo da rede seja adaptável às necessidades do cliente.

Por conseqüência, diferentemente das configurações locais, em que o desempenho depende, principalmente, dos servidores internos.

5. Integração e Personalização

Um sistema de gestão em nuvem pode ser facilmente ajustado às necessidades específicas de cada cliente. Assim, a maioria das empresas oferece a possibilidade de alterar configurações e funcionalidades para atendê-lo da forma mais precisa possível.

Além disso, muitos provedores de SaaS dão acesso às APIs que permitem a integração com outros sistemas existentes. 

Ademais, você pode consolidar todas as suas soluções em nuvem em um único provedor de serviços, com segurança e flexibilidade.

Conclusão

Por fim, podemos concluir que sistemas de gestão antigos estão saindo dos atuais planos de TI de muitas empresas.

Dessa maneira, a capacidade de implantação rápida e com menor risco de investimento fez com que as soluções baseadas em nuvem ganhassem lugar de destaque no mercado.

Resumidamente, as empresas têm procurado constantemente soluções que atendam aos seus requisitos organizacionais, como segurança de dados e alto desempenho. Nesse sentido, as soluções baseadas em nuvem se encaixam perfeitamente nesses requisitos.

 

Logo, com o modelo SaaS, os provedores de serviços estão assumindo toda a carga de segurança, disponibilidade e desempenho, o que significa que esses sistemas são uma opção segura e viável para qualquer empresa que pretenda crescer.

 

Se você gostou deste conteúdo, então também vai gostar de conhecer as 4 vantagens de migrar seu ERP para cloud. Boa leitura!